Para quem no dia-a-dia não tem necessidade de usar gravata, e quando surge um qualquer evento em que tal é exigido, a tarefa de fazer o nó pode revelar-se de extrema complexidade. Neste último fim de semana, para testemunhar a união de mais um casalinho, vi-me atrapalhado para me arranjar, sobretudo quando me apercebi que não teria nem a ajuda do meu pai nem de outro entendido no assunto! Recorri ao Youtube para visualizar um tutorial, executando, passo a passo, o dito nó que de fácil não tem nada! Em frente ao tablet e depois de 4 ou 5 tentativas, não executando da melhor forma, lá ficou a gravata minimamente apresentável para não fazer (muito) má figura!

gravata-260x160

Entretanto, lembrei-me de pesquisar um pouco sobre esta peça tão usada e que imprime tanto formalismo às ocasiões.

A gravata, termo derivado da palavra francesa «cravate», terá surgido em França, no final do século XVII, quando soldados croatas se juntaram ao exército francês e, numa tentativa de se distinguirem daquele, usavam um lenço ao pescoço amarrado com um nó. Tal indumentária despertou especial interesse à sociedade parisiense, fazendo até com que o próprio rei, na altura Luís XIV, ordenasse ao seu alfaiate particular a criação de uma peça de vestuário semelhante à dos croatas e que fizesse parte dos trajes reais. A gravata tornou-se assim o símbolo de distinção e estética masculina e o seu uso rapidamente se estendeu ao resto da Europa e à América. Reivindicando para si o berço mundial da gravata, a Croácia, realiza todos os sábados, domingos e feriados, desde a segunda-feira após a Páscoa até outubro, em Zagreb, a cerimónia de troca da guarda do regimento Royal Cravattes, onde participa uma formação de 17 soldados vestidos com os históricos lenços-gravatas. Estipulou-se naquele país o dia 18 de outubro como o “Dia da gravata”. Ao longo dos tempos a gravata foi ganhando diversas formas, cores, texturas e padrões e passou a ser fabricada em grande escala. A forma de fazer o seu nó e o tipo de nós que podem ser feitos são cada vez mais originais. Em baixo, 18 exemplos de nós, sugeridos pelo site RMRS, Real Man Real Style.

Nós de gravata